Carlinhos Florêncio foi o convidado do “Sala de Entrevista” desta sexta-feira 13h48

O deputado Carlinhos Florêncio (PCdoB) foi o convidado, desta sexta-feira (1º), do “Sala de Entrevista”, quadro exibido no telejornal Portal da Assembleia (TV Assembleia). No bate-papo com o jornalista Juraci Filho, o parlamentar destacou a importância do trabalho realizado na cidade de Bacabal, para atender as famílias atingidas pela enchente do Rio Mearim. Carlinhos Florêncio elogiou o trabalho da Prefeitura de Bacabal para minorar o efeito da enchente em toda a área ribeirinha do município. O deputado disse que teve a chance de visitar as famílias desabrigadas em Bacabal, ao lado de técnicos da Secretaria de Assistência Social, secretários municipais, vereadores e da coordenação municipal da Defesa Civil. Segundo o parlamentar, as famílias atingidas pela cheia do Rio Mearim receberam cestas básicas e colchões, além da assistência de uma equipe de médicos, enfermeiros, psicólogos e fisioterapeutas. “Graças ao trabalho realizado pela Prefeitura, o impacto das enchentes em Bacabal foi muito menor do que em outras cidades do nosso estado”, disse. Ele ressaltou que a gestão municipal deu total atenção às famílias e destacou, ainda, o apoio garantido pelo Governo do Estado. “Os governos Zé Vieira e Flávio Dino, juntos, deram todo suporte aos desabrigados. A Prefeitura e a Defesa Civil fizeram um trabalho brilhante. Eu estive com o governador mostrando a realidade do município de Bacabal, pois fiz questão de acompanhar a situação de perto. Estamos cumprindo nosso papel de cuidar do nosso povo”, frisou. Doação de sangue e medula óssea Durante a entrevista, o deputado Carlinhos Florêncio também destacou a importância do projeto de lei, de sua autoria, que visa estimular a doação de sangue e medula óssea, por meio da isenção no pagamento da taxa de inscrição em concursos públicos promovidos pelo Governo do Estado. O projeto, aprovado pela Assembleia Legislativa, foi sancionado pelo governador Flávio Dino. Carlinhos Florêncio afirmou que o Maranhão vive uma crise na oferta de sangue e seus derivados. Hoje, os bancos de sangue funcionam com a capacidade aquém da desejável e o número de doadores de medula óssea ainda é muito baixo. “Esse nosso projeto de lei foi concebido exatamente para estimular as doações, para que se possa melhorar o atual quadro. A quantidade de pessoas que prestam concursos públicos é crescente. Atualmente, são milhões de brasileiros envolvidos nesse processo. Trata-se, sem dúvida, de uma oportunidade relevante de estimular, pela isenção da taxa de inscrição, os que prestam concursos a se tornarem doadores de medula óssea e de sangue. Essa medida pode ter um impacto significativo na redução do déficit de doadores óssea em nosso estado”, frisou. A entrevista completa está disponível no canal da TV Assembleia no Youtube.
01/06/2018 (00:00)

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.